DOS RAIOS X À ESTRUTURA BIOMOLECULAR

RAQUEL GONÇALVES

Por R$ 50,00

Comprar

Disponibilidade:


LIVRO EM ESTOQUE
Entrega em até 10 dias úteis, após a confirmação de pagamento.

OBS.: O prazo de entrega após a postagem está vinculada a opção de frete que escolher no ato da compra.

Sinopse

Wilhelm Röntgen, na Alemanha, ao estudar o comportamento dos raios catódicos num tubo de vácuo, foi confrontado com um fenômeno inédito. Outros raios se avistavam. Chamou-lhes raios X, por x ser a incógnita favorita dos matemáticos. E os raios de Röntgen, raios X se chamam. Quem poderia adivinhar que os penetrantes raios X impressionavam de ossos uma chapa fotográfica? E que, além do mais, também podiam impressionar os "ossos" de um cristal que por eles fosse atravessado? E muito mais ainda! Cristais de proteínas ou de DNA, possuídos por raios X, tornaram-se "transparentes" ao nosso olhar; com a competência extraordinária de ultrapassar as duas dimensões e permitir a formulação 3D. Passamos a poder ver o interior de moléculas inorgânicas simples e complexas. E o nosso olhar deslumbra-se perante a tridimensionalidade das emaranhadas e gigantes moléculas da vida. A cristalografia de raios X, interdisciplinar e transversal, oferece-nos continuamente novas informações sobre a estrutura atômica a nível atômico-molecular e a relação existente com a funcionalidade biológica de certos agrupamentos de átomos. A Biologia Molecular continua a sua expansão e criatividade. Ao aumento de compreensão tem correspondido um aumento de aplicação. O desenvolvimento de novos fármacos, a nanotecnologia e a biotecnologia têm crescido com a cristalografia. Em 2014 faz cem anos que foi entregue o Prêmio Nobel da Física a Max von Laue "pela descoberta da difração dos raios X pelos cristais"; 2014 foi eleito o Ano Internacional da Cristalografia. A componente histórica desta extraordinária aventura aqui é contada. .

Ficha Ténica

Editora: Cia Dos Livros

Especialidade: ENGENHARIA, QUIMICA

ISBN: 9788578612269

Páginas: 0203

Ano: 2013

Edição: 1

Encadernação: Capa comum